Pages

1 de outubro de 2008

2001_Revolução_Industrial_2

As crianças submetiam-se ao trabalho com maior facilidade e eram buscadas entre aquelas amparadas pelas paróquias. Estas faziam contratos com o fabricante que se comprometia a alimentar e educar os meninos e meninas cedidos para o trabalho. Na realidade, os "aprendizes" de paróquias ficavam confinados nas fábricas, isolados da sociedade e ao arbítrio dos patrões. Nos relatos sobre o emprego de crianças nos primeiros anos da Revolução Industrial, não foram raras as denúncias sobre torturas e maus tratos dispensados a elas. As fábricas impunham uma disciplina de trabalho mais rígida do que a existente nas oficinas manufatureiras. O operário foi obrigado a ser assíduo e ajustado às novas necessidades' da produção fabril, com ponto diário de entrada e de saída e descontos nos salários em caso de faltas ou desatenção. As extensas jornadas de trabalho se estendiam por 12 a 16 horas diárias, sem feriados ou férias, não se respeitando nem mesmo os domingos. Acidentes ocorriam com freqüência, devido aos curtos períodos de descanso.

Com suas palavras, responda:
A mão-de-obra infantil foi amplamente utilizada pelo capitalismno na Inglaterra da R.I. Atualmente no Brasil, há programas de erradicação do trabalho infantil. Seria o emprego do trabalho infantil uma característica intrínseca do capitalismo, ou o problema está no capitalista que só pensa no lucro?

6 comentários:

luísa teixeira disse...

O problema esta tanto no homem quanto no capitalismo,porque foi o proprio"homem" quem inventou o capitalismo,até hoje existe o trabalho infatil.

Elias Soares disse...

Na minha opinião o problema está dos dois lados pois esse problema é caracteristico do capitalismo mas homem é um ser "racional", portanto se quizesse poderia encontrar soluções para este problema

Remerson Antonio disse...

o problema e do homem,pois foi ele que fez o capitalismo,o trabalho infantil e por causa dos dois do capitalismo tambem isto e na minha opinião,este e o meio deles ganharem mais dinheiro,ensima do trabalho infantil...

Jhonatas Bazeth disse...

o problema do trabalho infantil esta no capitalismo pois o capitalismo domina o homem por que as crianças trabalham como se fossem uma pessoa adulta e as vezes não recebem umsalario digno,tambem não têm tempo para ir a escola.

Jéssica Eduarda disse...

Na minha opinião problema esta nos dois, pois o homem esta tão envolvido no capitalismo por isso que a as pessoas estão tão envolvidas no trabalho"infantil",com a exploração,etc...Por isso que existe trabalho infantil ate hoje no Brasil e no mundo...

paulo cesar disse...

exploração de seu trabalho e precárias condições de vida. Descorrer sobre a excessiva carga horária de trabalho, uso de mão de obra infantil e condições de vida insalubres seria cair em lugar comum. Parto do pressuposto que isso já é claro.A liberdade que existia era a de mercado, com o burguês livre para explorar o trabalhador. Depois disso fraternidade entre as classes sociais seria piada. Movidas por essa decepção frente à Revolução Francesa e opondo-se à essa realidade, ao pensamento dominante e à estrutura da sociedade surgem questionando a vida dos trabalhadores com a impacto do trabalho infantil.

Postar um comentário